In Blog, Clima, Conheça, GTs

Por Juan Domingues

Lá estava eu, no alto da montanha mais alta da região sudeste do Brasil. Fugindo, talvez só desacreditado ou em busca de algo. Uma confusão absurda definia minha vida naquele momento. Um estalo, olhei para os lados, só ouvia o vento soprar, outro estalo. Quem está aí? Não era ninguém, notei que o estalo não vinha do horizonte…

Lembrei de um texto que havia lido, relido, e lido mais um pouco! Confesso que não tinha entendido. Eram descrições de jovens que falavam sobre clima e se achavam parte da solução. Que solução? Eram jovens que se sentiam capazes de agarrar às utopias e vivê-las como se fossem suas vidas. Bom, lá sei eu. Só sei que o texto estava lá, sorte a minha, porque de alguma maneira as idéias começaram a clarear.

img_3668Dois dias se passaram, hora de voltar para casa. Alguns quilômetros entre subidas e descidas, sempre cercado por uma paisagem que não veria igual na grande cidade. O mais louco, é que aquelas palavras não saiam da minha cabeça. Fui obrigado a parar, refletir. Por quê, por quê por quê?

O que é essa vontade, esse anseio de mudar o mundo que motiva tanto esses jovens!? Qual a ligação disso tudo? Qual é meu papel aqui… Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas. “Espaços e processos de tomada de decisão”; “apaixonada por mudar o mundo”; “ferramentas fundamentais de transformação social”. “um mundo sem conflitos “; “amor”; “empatia”…

AMOR! EMPATIA!

Porque foquei nessas palavras? Nessas simples palavras que parecem sem sentido na maior parte do tempo? “Acredito que como o simples tocar da escala de um piano, podemos viver em um mundo sem conflitos e com mais AMOR”. Lá se passava na minha cabeça outro pedaço do texto.

Amor, amor, amor!! Eu acredito, pelo menos quero acreditar, e colocar minhas energias nessa galera que não só acredita, mas que vai sim fazer parte de uma incrível mudança nesse mundo. Caraca é isso, estou arrepiado! Esses jovens não são loucos como eu havia imaginado, ou são, não sei. Na realidade eles levam o amor como uma espécie de religião, será que eu posso fazer igual?

Sim eu posso! Na verdade eu #SouParteDaSolução , nós somos!

Hello!

Essa história é de uma garoto que um ano atrás descobriu o verdadeiro significado de: Quero mudar o mundo. Hoje ele faz parte desse movimento, foi para Marrakech e participou da COY12 – Conference Of Youth 12, conhecida como Conferência da Juventude, uma conferencia de jovens que ocorre todos os anos antes da Conferência das Partes (COP). Sabe o que esse garoto viu por lá?

Muito amor e empatia, expandidos em forma de atos e ações de jovens que sonham e realizam as utopias de um mundo melhor! Ele viu pessoas, que juntas são capazes e vão construir um mundo mais justo, um lugar onde as relações pessoais e interpessoais são constantes.

Mas, é assim que o tudo anda, o caminho é longo, entretanto, nós somos persistentes e só vamos parar quando todos esses desejos deixarem de ser só desejos e se tornarem realidade.

Leave a Comment

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Conta aí

Tá com dúvida? Pode mandar um email pra gente!

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search