In Blog, Conheça, Gênero

É um fato que o nosso mundo ainda possui muitos problemas relacionados à igualdade de gênero, e como a mulher é vista e tratada pela sociedade, e nós da família Engajamundo não estamos calados diante disso! Muitos grupos são silenciados ao tentar expor suas opiniões e visões sobre esses problemas e suas experiências, e é mais do que importante que comecemos a mudar isso e levantar nossas vozes como jovens nessa questão. Nós precisamos falar sobre a desigualdade de gênero, e parar de ver isso como uma ideia não mais necessária, como um debate que não tem peso ou significado na nossa sociedade.
O feminismo pode ser definido como a teoria da igualdade política, econômica e social dos gêneros, mas que tal nos aprofundar mais nessa ideia? É também necessário entender as relações de poder sistemáticas na nossa sociedade e como essa teoria se encaixa nisso, e o que nós podemos fazer para mudar. Devido a questões históricas e ao poder do patriarcado no nosso sistema, as mulheres ainda são afetadas por essas ideias que permanecem vivas na sociedade, e por isso estão numa posição socialmente marginalizada pela questão de gênero. Considerando isso, podemos dizer que o feminismo enxerga a posição da mulher na sociedade, e enquanto também enxergando que ideias machistas podem atingir os homens, entende que pela relação de poder existente na nossa sociedade, certas ajudas e medidas voltadas para as mulheres – como a Delegacia da Mulher – vão precisar ser tomadas para que possamos resolver a falha da própria sociedade com a mulher. Nós do Engaja contamos com pessoas simplesmente incríveis no nosso GT de gênero, e lá também procuramos discutir sobre essas possíveis medidas!
No projeto CSW do Engaja (nosso projeto que discute gênero) falamos e debatemos bastante sobre esses problemas na sociedade e suas possíveis soluções. Entre esses problemas estão o feminicídio, a violência doméstica e sexual, a situação de mulheres que estão na prostituição, entre outros. O Mapa da Violência – Homicídios de Mulheres no Brasil nos mostrou que entre os anos de 1980 e 2010, mais de 92 mil mulheres foram mortas por conta da violência de gênero, e que a cada 3 minutos uma mulher passa por violência. A Lei Maria da Penha e a Delegacia da Mulher nem sempre são suficientes para resolver tantos casos de abuso, e muitas vezes mulheres que buscam ajuda são colocadas em situação de constrangimento ou desconsideração. Entre outros dados temos a informação – mostrada pelo IPEA – de que todo ano, pelo menos 527 mil pessoas são estupradas no Brasil, e 88,5% das vítimas são mulheres, enquanto mais da metade do número total de vítimas têm menos de 13 anos. Outros problemas são a transmisoginia – cerca de 90% das mulheres trans e travestis estão na prostituição, e apenas nesse ano 70 mulheres trans já foram assassinadas – a questão do aborto – cerca de 850 mil mulheres realizam aborto por ano, muitos deles sendo perigosos, em clínicas clandestinas: as mulheres pobres são as que mais acabam sofrendo com isso, com sequelas físicas e psicológicas, quando não a morte – e a violência obstétrica – várias mulheres são forçadas em situações abusivas nos seus partos, desde descaso com a sua situação até cortes cirúrgicos e/ou cirurgias não autorizados.
Diante dessa situação, o GT de gênero do Engajamundo busca ouvir as vozes e opiniões da juventude em relação a esses problemas, e o que nós podemos fazer para mudar isso. Desde ações locais, conscientização – principalmente nas datas relacionadas às mulheres – até o debate ativo sobre a misoginia na nossa sociedade com recortes de raça, sexualidade, entre outros, sem esquecer, é claro, da inserção da juventude e da nossa voz nos meios políticos! Precisamos chamar atenção para todos esses problemas, precisamos debater sobre eles, escutar a voz das mulheres em relação a isso, e mudar tanto nossos pensamentos às vezes nocivos que são colocados em nós pela sociedade, quanto mudar a sociedade por si só, e fazer com que mulheres não tenham mais que passar por nenhum tipo de violência de gênero, e é isso que estamos buscando com esse projeto maravilhoso!
Podemos garantir que todos os articuladores do GT de gênero dessa organização linda que é o Engajamundo vão continuar trazendo atenção e conscientização para a situação da mulher não só no Brasil, mas também no mundo: nós vamos falar sobre desigualdade de gênero e empoderamento feminino! Rumo à revolução! <3
E sabe o que vimos?! Vimos que na Terceira Conferência de Financiamento para o Desenvolvimento, com certeza, o tópico mais discutido foi a igualdade entre sexos e valorização da mulher – Só que não! Quer saber mais sobre essa falta de discussão na conferência?! Acesse aqui: http://www.agenciajovem.org/wp/?p=22955

Por: Isabella Renata, Articuladora do Engajamundo

Leave a Comment

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Conta aí

Tá com dúvida? Pode mandar um email pra gente!

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search