In Blog, Clima, GTs

A presidente Dilma Rousseff em discurso na Cúpula das Américas disse que as mudanças climáticas são um dos quatro principais tentáculos de ação no seu governo. Além de chamar a “responsabilidade” de grandes economias como o Brasil, os EUA e a China de liderar o combate ao aquecimento da Terra. A mudança do clima segundo a presidente está do lado da Segurança, Educação e Migrações.

Mas o que realmente as mudanças climáticas têm de tão importante para que todos os países do mundo estejam a colocando em pauta de ação e discussão?

A partir da década de noventa a humanidade esbarrou em uma nova concepção de vida e desenvolvimento, era preciso a criação de um mecanismo que garantisse o progresso e que ao mesmo tempo estivesse em harmonia com o meio ambiente, é nesse sentido eu surge o desenvolvimento sustentável, o qual ainda lutamos por total implantação. Esse tipo de desenvolvimento é o único eficaz para garantir a sobrevivência das futuras gerações, ameaçadas pela crise climática. E é ai que entram as mudanças climáticas.

Você sabia que de acordo com o Painel Intergovernamental Sobre Mudanças climáticas –IPCC- se a temperatura do planeta continuar aumentando até o final do século 50% das terras agrícolas da América latina podem se tornar um deserto? Que podemos sofrer uma diminuição de 50% das aguas da região do mediterrâneo, sul da África e América do sul nos próximos anos, ou que pode haver um crescimento de 1.5 bilhão de pessoas expostas ao risco da dengue em todo o mundo?

Impactos das mudanças climáticas afetam o cotidiano de centenas de milhões de pessoas atualmente. Além disso, esses impactos começaram a mexer no cerne da economia mundial e são uma grande ameaça a mesma. Trazendo para a nossa realidade, o Brasil só ao longo dos últimos 10 anos passou por duas secas de 100 anos na Amazônia, a falta de agua é uma realidade em praticamente todo o território nacional ao pé que em milhares de pessoas sofrem todos os anos com chuvas fortes em determinadas regiões provocando inundações, deslizamentos de terra, entre outros impactos.

As mudanças climáticas estão ligadas à quantidade de Gases de efeito estuda – entre eles o Gás carbônico e o Metano- que lançamos da atmosfera- aumentando assim a temperatura do planeta. O desmatamento e a energia derivada de combustíveis fósseis- Petróleo, gás mineral e carvão- estão diretamente ligados a esse movimento.

É nesse contexto que governos de todo o mundo estão juntando esforços para chegarem a um novo acordo global sobre o clima. Esse acordo será discutido na Conferência de Clima da ONU, também chamada de COP, que esse ano está na sua 21ª edição. A COP21 acontecerá em dezembro na Cidade de Paris, mas já tem gerado alvoroço em todas as agendas de governo desde o encerramento da COP20, que aconteceu em Lima no final de 2014.

A declaração da Presidente Dilma Rousseff não teve melhor hora de ser colocada. Presenciamos a mostra dos INDCs – contribuições nacionais determinadas – dos Países desde março. Cada INDC deve dizer a porcentagem de um determinado país ou bloco de países na redução de gases de efeito estufa até 2030, e que será firmado no acordo subsequente da COP21.

O discurso da presidente torna-se importante no sentido de pressão política para que o Brasil que ainda não Lançou a sua contribuição nacional determinada – e tem até setembro para fazer isso- possa ser mais o mais ambicioso possível. Já sofremos os impactos cruéis das mudanças climáticas e a ação imediata de mitigação e adaptação aos mesmos é essencial.

O Brasil ainda como um dos maiores poluidores do mundo tem a obrigação legal e moral de construir um plano de contribuição nacional determinada de acordo com a sua significância mundial. Não obstante, as metas das contribuições não podem perder de vista setores fundamentais como florestas, agricultura e energia.

 

Iago Hairon- Coordenador do GT de Clima para o Adotp a Negociator.

Leave a Comment

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Conta aí

Tá com dúvida? Pode mandar um email pra gente!

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search