In Blog, Clima, GTs

Já são 20h de sábado, 13/11. Teoricamente a COP20 deveria ter terminado ontem, sexta-feira, mas, infelizmente e conforme o esperado, encontrar o consenso entre os mais de 190 países aqui em Lima está sendo um enorme desafio.

Ontem ficamos aqui no Pentagonito até às 3h30 da manhã, depois de esperar por mais de 6h um novo texto proposto. Em pouco mais de 1h negociando processos, a sessão foi adiada para hoje às 10h e parece que o mesmo filme se repete nesta noite.

Alguns dos pontos mais importantes que estão fazendo a coisa andar tão lenta por aqui são relacionadas ao favorecimento dos países desenvolvidos em relação aos em desenvolvimento. Pautados no princípio das “responsabilidades comuns, porém diferenciadas”, que já não aparecem no texto, países como o Brasil clamam por questões-chave como equidade, diferenciação, perdas e danos e meios de implementação.

Equidade e diferenciação estão relacionados à ideia de que para compartilhar o esforço conjunto necessário à mudança do clima, não podemos esperar o mesmo grau de exigência de cada nação. Perdas e danos é o conceito que garante a ajuda a países que já estão sofrendo as consequências das mudanças climáticas e não têm capacidade técnica e financeira de reparar tais danos.

A discussão sobre meios de implementação envolve principalmente a questão de financiamento. Como cada país deve apresentar até o meio do ano que vem suas metas para o tratado de 2015 e tais metas dependem da realidade local, é necessário garantir que todos possam implementar devidamente aquilo com que se comprometerão. Para isso, são cruciais o financiamento e transferência de capacidade e tecnologia para os países que não as tem.

Enquanto isso, aqui estamos nós – sem dormir, sem comer e na “expectativa” do último rascunho a ser adotado como documento final desta conferência. Será que agora vai? Disse o mediador da negociação que dessa vez “ou dá ou desce”!!!

Esperamos que todo o esforço não seja em vão e os países cheguem a um acordo mais ambicioso e menos vago, que assegure de verdade a justiça climática nesse mundão.

 

Leave a Comment

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Conta aí

Tá com dúvida? Pode mandar um email pra gente!

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search