In Blog, Clima, GTs

10 de dezembro. Lima, Peru

Nesta segunda feira (08/12) se iniciou no Peru a Cúpula dos Povos, um evento realizado paralelamente a Conferência das Partes (COP). O evento reúne ambientalistas, representantes de movimentos sociais e estudantes que vêem a Cúpula como oportunidade para aprimorar os debates sobre mudanças climáticas para instancias alem das governamentais. Estão previstas cerca de duzentas atividades que foram devidamente dividas em 8 eixos que não foram priorizados pela COP mas que precisavam ser abordados. Entre estes podemos destacar mulheres e sustentabilidade de vida,trabalho digno versus falsas soluções e agricultura/soberania alimentar.

Entre os primeiros destaques do evento podemos ressaltar o tema de agricultura familiar, que nada mais é que o cultivo da terra realizado por pequenos agricultores rurais que utilizam a mão de obra familiar. Essa pratica tem um real impacto na comunidade, pois além de trabalhar no âmbito social e ambiental também afeta diretamente a economia estimulando assim a circulação monetária local. Quem também marcou presença foram os movimentos indígenas, que tem ganhado cada vez mais espaço e representação nestes cenários. Durante o evento serão apresentadas propostas de diferentes partes da sociedade civil, que tem como intuito formar um acordo sobre diferentes eixos temáticos que sera apresentado aos governos participantes da COP20.
No geral a cúpula dos povos é um chamado ao governo e principalmente a população que necessita de um bem estar que se oponha ao cotidiano capitalista.
Uma forma alternativa de mesclar culturas e ideais em busca de um bem estar em comum. Um evento cultural, social e representativo que promete ampliar visões e conhecimento.

Por: Alicia Amancio

Leave a Comment

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Conta aí

Tá com dúvida? Pode mandar um email pra gente!

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search